Julian Barnes recebe prêmio de literatura David Cohen

domingo, março 20, 2011 Iuçara Soares 0 Comentários ,



O autor britânico Julian Barnes recebeu, pelo conjunto de sua obra, o prêmio de literatura David Cohen, um dos mais importantes da Grã-Bretanha, considerado pela Imprensa como o “Prêmio Nobel da Literatura do Reino Unido”.
O prêmio, que existe desde de 1993, é concedido a cada dois anos como uma homenagem a realização de uma vida na literatura. Sendo atribuído a um escritor de idioma inglês, nascido no Reino Unido ou na República da Irlanda.

Ao receber o prêmio, Julian Barnes, explicou que o valor da distinção “reside na sua lista de vencedores anteriores”, dizendo ainda que “o Prêmio David Cohen estabeleceu-se como a maior honra que um escritor britânico ou irlandês pode receber dentro destas ilhas". "Por isso, é uma questão de prazer sóbrio ser adicionado à lista de vencedores", conclui o escritor.

Além de ser premiado com a quantia de 40 mil libras, o vencedor escolhe ainda quem irá receber o prêmio Clarissa Luard, no valor de 12.500 libras, que deve ser entregue a uma organização com o intuito de promover jovens escritores e leitores.

Prêmio este, que Barnes decidiu dar a “The Reading Agency”, um centro de investigação sobre o uso de meios digitais em bibliotecas, que tem como objetivo despertar o interesse do público para a leitura.

 “Acho que a prática da leitura está mais ameaçada do que a prática da escrita. Vai sempre haver jovens escritores, mas será que o mesmo se passa com os jovens leitores?”, concluiu o escritor, ao explicar a quem iria entregar o prêmio.

Sobre o autor

Julian Barnes
Nascido em 1946 na cidade de Leicester, Julian Barnes, tem 65 anos e é considerado como um dos mais importantes escritores da literatura britânica, contando com inumeros romances de grande sucesso, como os títulos “Do Outro Lado do Canal” e “Amor e etc”.

Romancista, ensaísta e contista, Barnes já trabalhou como revisor,  editor literário e crítico de TV para publicações como o New Statesman e The Observer. Além de ter sido indicado três vezes para o Prêmio Booker, em 1984 pela obra “Papagaio de Flaubert”, em 1998 por “Inglaterra, Inglaterra” e em 2005 por “Arthur & George”. 


Sendo tão elogiado no exterior quanto em sua terra natal, o autor  chegou a ser nomeado “Commandeur de l'Ordre des Arts et des Lettres” pelo Ministério da Cultura francês, e em 2004 recebeu o Prêmio de Literatura Europeia do Estado Austríaco.

Saiba mais sobre o autor e sua obra no site oficial (em inglês) de Julian Barnes.

0 comentários:

Deixe aqui seu comentário.

Responderei assim que possível.

Obrigada pela visita!