Dom Quixote Interativo

quarta-feira, outubro 27, 2010 Iuçara Soares 0 Comentários


O clássico da literatura espanhola, “Dom Quixote de La Mancha”, do escritor Miguel de Cervantes está agora disponível em formato digital e interativo no site da Biblioteca Nacional da Espanha (BNE).

A versão interativa da obra proporciona ao leitor a sensação de estar lendo um livro real, enquanto folheia as páginas é possível até mesmo ouvir o som delas ao serem viradas, e se preferir pode ouvir também músicas da época ao fundo.

Além disso, o site disponibiliza vários outros conteúdos que ajudam a contextualizar a leitura, como um mapa de rotas, com os itinerários das viagens de Dom Quixote. 

Assim como uma cronologia de fatos relativos à obra e seu autor, análises das relações da obra com outros livros de heróis cavaleirescos, e uma galeria de ilustrações dos personagens do clássico e dos momentos mais importantes da história.

O projeto é resultado do trabalho de bibliotecários, especialistas em arte e literatura da época, designers gráficos e programadores. Tendo como coordenadora Pepa Michel Rodrigues, diretora da Biblioteca Digital e Sistemas de Informação da BNE.

No total foram digitalizadas 1282 páginas dos exemplares das edições de 1605 e 1615 da obra, além de 165 ilustrações e mapas, 21 obras relacionadas, 37 capas e contracapas e 13 faixas de música.

Leitura Online

Uma iniciativa parecida com essa foi posta em prática, no mês passado, pela Real Academia Espanhola (RAE) e o YouTube que criaram a primeira leitura global de Dom Quixote na internet, com a participação de pessoas do mundo inteiro.

O YouTube inaugurou o “Canal Quixote”, onde qualquer usuário pode se inscrever para participar da leitura de uma das partes do livro, que foi dividido em 2,1 mil trechos. Cada um dos participantes recebe um desses trechos, em espanhol, para ler, gravar e em seguida postar no site.



O Livro

“Em um lugar da região da Mancha, cujo nome não quero lembrar…” Assim inicia o livro Dom Quixote de La Mancha do escritor espanhol Miguel de Cervantes y Saavedra. Composto por 126 capítulos, a obra é dividida em duas partes, tendo sua primeira edição publicada, em Madri, no ano de 1605 e a outra em 1615.

O livro surgiu em um período de grande inovação e diversidade por parte dos escritores ficcionistas espanhóis. Parodiou os romances de cavalaria que eram muito populares no período e, na altura, já se encontravam em declínio.

Em maio de 2002, o romance foi escolhido como a melhor obra de ficção de todos os tempos. A pesquisa foi organizada pelos editores dos Clubes do Livro Noruegueses como parte de uma campanha para promover a leitura de clássicos. E teve como participantes cerca de 100 autores, de reconhecimento internacional, de 54 países.


A versão interativa do livro de Cervantes está disponível no site Quijote Interactivo, e sua leitura global no canal El Quijote.

0 comentários:

Deixe aqui seu comentário.

Responderei assim que possível.

Obrigada pela visita!