Citação do Dia #62


"É sempre necessária alguma escuridão para se ver as estrelas." - Carolina Munhóz & Sophia Abrahão (O Reino das Vozes Que Não Se Calam)

The International Agatha Christie Festival 2017


Mais de cem anos após terem sido escritos, os livros de Agatha Christie continuam a ser um sucesso de público e vendas. Assim, para celebrar esse incrível legado de uma das autoras mais famosas da literatura policial é realizado na Inglaterra o “International Agatha Christie Festival.


Em sua 11ª edição, o festival, que acontece até o dia 17 de setembro, na cidade de Torquay, na riviera inglesa, terra natal da autora, contará com inúmeros eventos, nos quais milhares de especialistas e fãs de todo o mundo comemoram a literatura, a vida e o legado da romancista, enquanto aprendem um pouco mais sobre sua história.

Programação

O festival contará com a presença de ilustres convidados, que têm a obra de Agatha Christie como fonte de inspiração, entre eles a renomada escritora, ativista e médica egípcia Nawal El Saadawi (A Face Oculta de Eva), o tradutor e autor nórdico Ragnar Jónasson (Neve Cega), o escritor britânico Philip Hoare (Leviathan or, The Whale), o poeta sudanês Al-Saddiq Al-Raddi, o autor e produtor de teatro inglês Julius Green, e a dramaturga, jornalista e roteirista grega Niki Orfanou. 

Assim como a escritora, editora e tradutora francesa Anne Martinetti e o autor francês Guillaume Lebeau, que juntos discutem a biografia em formato graphic novel, “Agatha: The Real Life of Agatha Christie” (2016). Sem falar na escritora e historiadora britânica Janet Morgan, primeira biógrafa de Agatha Christie a ter acesso irrestrito a seus papéis, fotografias e relíquias, e a quem a família da autora, seus amigos e conselheiros foram encorajados a falar abertamente.

Há também o acadêmico Dr. John Curran, especialista na obra da romancista e autor do livro “Os Cadernos Secretos de Agatha Christie”, que além de falar sobre a vida e obra da autora, também discutirá a multiplicidade de livros escritos sobre a Dama do Crime nos últimos 50 anos, e quais deles valem a pena serem lidos ou não.

Assim, durante cinco dias, os fãs da Dama do Crime desfrutam de piqueniques, feiras de livros, jogos de detetive, cinema ao ar livre, concertos, apresentações artísticas, oficinas de escrita, exposições, leituras de trechos acompanhadas de uma boa xícara de chá, além de visitas aos lugares preferidos da autora na região, e muito mais. 

Confira a programação completa do festival em seu site oficial.

Prêmio Governo de Minas Gerais de Literatura 2017


Estão abertas as inscrições para o Prêmio Governo de Minas Gerais de Literatura, que tem como objetivo promover e divulgar a literatura brasileira, reconhecendo grandes nomes nacionais e abrindo espaço para os jovens escritores mineiros.

Designed by Freepik
Em sua 10ª edição, o prêmio, organizado pela Secretaria de Estado de Cultura (SEC) de Minas Gerais, será dividido em quatro categorias: Poesia, Ficção (Romance), Jovem Escritor Mineiro e Conjunto da Obra, na qual será homenageado um autor brasileiro vivo.

Nas categorias Poesia e Ficção (Romance), o concurso é aberto a escritores iniciantes e/ou profissionais, maiores de 18 anos, nascidos e residentes em território nacional. Sendo que está vedada a inscrição de obras do gênero “conto” na categoria Ficção. Já a categoria Jovem Escritor Mineiro é restrita a pessoas com idade entre 18 e 32 anos, nascidas em Minas Gerais ou residentes no Estado há pelo menos cinco anos. A obra inscrita deverá conter no mínimo 100 páginas.

Enquanto que, a categoria Conjunto da Obra não recebe inscrições, pois cabe a uma comissão especialmente designada indicar um autor cuja obra seja, em seu conjunto, de inegável qualidade e relevância para a literatura brasileira e que tenha ainda contribuído de maneira decisiva para novos rumos da produção e/ou crítica literárias brasileiras.

Os vencedores serão premiados com a quantia de R$ 258 mil, que será dividida entre as quatro categorias do concurso. Sendo 150 mil para a categoria Conjunto da Obra e 30 mil para as categorias Poesia e Ficção (Romance). Já o vencedor na categoria Jovem Escritor Mineiro receberá seis parcelas de 8 mil (totalizando 48 mil), para a pesquisa e elaboração de um livro. 

As inscrições

Para participar, os interessados devem inscrever, até o dia 10 de outubro de 2017, uma obra inédita, que deverá ser protocolada de acordo com as disposições do Edital, no Suplemento Literário de Minas Gerais, ou enviada pelo correio (via sedex com AR) para o endereço a baixo.

Diretoria de Publicações e Suplemento Literário de Minas Gerais
Praça da Liberdade, nº 21 - 3º andar – Funcionários 
Belo Horizonte/MG 
CEP 30140-010 

Saiba mais sobre o concurso no site da Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais.

Citação do Dia #61


"O bom da vida é que às vezes podemos consertar nossos erros. Aprendemos com eles. Nós nos tornamos pessoas melhores." - R. J. Palacio (Auggie & Eu)

Livros de Jojo Moyes ganham novas capas


Os fãs da autora britânica Jojo Moyes já podem comemorar, pois dois de seus livros retornam às livrarias com novas e belíssimas capas, lançadas pela editora Intrínseca.


O segundo romance escrito por Jojo Moyes, “A Casa da Mares” (Foreign Fruit), lançado pela primeira vez em 2003, contará com uma belíssima ilustração de capa publicada, originalmente, em 2008, pela editora britânica Hodder & Stoughton. Além de 384 páginas com tradução de Maria Carmelita Dias, nas quais é narrada uma história repleta de segredos, romances, traições e encontros emocionantes, que atravessa décadas e gerações para mostrar que nunca é tarde demais para nos descobrir e correr atrás dos nossos sonhos.

Já “Um Mais Um” (One Plus One), publicado originalmente em 2014, além de uma nova capa também contará com tradução de Adalgisa Campos da Silva e 320 páginas, nas quais conta a envolvente história de uma mãe solteira, uma família caótica, um excêntrico estranho e duas pessoas ferozmente independentes, que aprendem que é possível encontrar o amor nos lugares mais improváveis.

O Cemitério dos Livros Esquecidos ganha novas edições


A editora Suma de Letras decidiu relançar a série “O Cemitério dos Livros Esquecidos” do autor espanhol Carlos Ruiz Zafón, em preparação para a chegada do último volume da saga.


Com tradução revisada, um novo projeto gráfico e ilustrações de capa de Claudia Espínola de Carvalho, os três primeiros livros da série já se encontram disponível nas livrarias de todo país. Sendo que, o primeiro volume “A Sombra do Vento” (La Sombra del Viento) conta com 464 páginas e tradução de Marcia Ribas, além de alto relevo na capa e detalhes num tom azul metalizado.

Já o segundo volume, “O Jogo do Anjo” (El Juego del Ángel), conta com tradução de Eliana Aguiar, além de 518 páginas cheias de intrigas, romance e tragédia. Enquanto que, o terceiro e penúltimo livro da série, “O Prisioneiro do Céu” (El Prisionero del Cielo), além da tradução de Aguiar, conta com 272 páginas, que narram uma história sobre prisão, tortura, inveja, traição e assassinato.

O Labirinto dos Espíritos

Agora, “O Labirinto dos Espíritos” (El Laberinto de los Espíritus), quarto e último livro da consagrada série de Carlos Ruiz Zafón, publicado originalmente em novembro de 2016, conta com tradução de Paulina Wacht e Ari Roitman, além de 680 páginas, que narram o emocionante desfecho da saga que emocionou leitores em todo o mundo.

Os fios dessa trama aos poucos unem os destinos de Daniel Sempere e Alicia Gris, conduzindo-os de volta ao passado, às celas frias da prisão de Montjuic, onde um escritor atormentado escreveu sobre sua vida e seus fantasmas; aos últimos dias de vida de Isabella, com seus arrependimentos e confissões; e a intrigas ainda mais perigosas, envolvendo figuras capazes de tudo para manter antigos esqueletos enterrados.