Once Upon a Time

sexta-feira, maio 11, 2012 Iuçara Soares 0 Comentários


Imagine todos os personagens dos contos de fadas aprisionados em um lugar onde não há finais felizes, no qual apenas os vilões triunfam. Essa é a história de “Once Upon a Time”, uma das mais novas séries da rede americana ABC.


Escrita e produzida por Adam Horowitz e Edward Kitsis, os mesmos criadores de Lost, a série, que teve sua estréia em outubro de 2011 nos Estados Unidos e em abril deste ano no canal Sony, exibe atualmente sua primeira temporada. 

Era uma vez...

    Um reino encantado onde viviam todos os personagens dos contos de fadas, em especial, a Branca de Neve. Após viver inúmeras desventuras causadas pela Rainha Má, ela enfim encontrou seu final feliz casando-se com seu príncipe encantado. Até aqui tudo bem, essa é a história que todos conhecemos.
    Só que, a rainha, inconformada, lançou uma maldição em todo o reino retirando da história a parte do “felizes” e deixando apenas o “para sempre”. Aí é que a história fica um pouco diferente.
    Assim, para ter seu final feliz, a vilã enviou todos os personagens dos contos de fadas para o mundo real, mais precisamente, para uma cidade no Maine chamada Storybrook. Na qual nenhum de seus habitantes tem qualquer lembrança de quem realmente são.
    No entanto, antes que a maldição fosse lançada, Branca de Neve e o Príncipe Encantado conseguem salvar sua filha recém-nascida, Emma, destinada a quebrar o feitiço que os aprisiona. Vinte e oito anos depois, Henry, o filho adotivo da Rainha Má, que agora é a prefeita da cidade, foge de Storybrook para reencontrar sua mãe biológica, Emma.
    Sendo o único que conhece a verdade, devido a um misterioso livro, Henry convence Emma a ir com ele para Storybrook, onde permanece apenas para realizar seu desejo de ter uma família, sem entender o que de fato terá de enfrentar.

Misturando a magia dos contos de fadas com a realidade dos dias atuais, “Once Upon a Time”, mostra uma nova versão das histórias que acalentaram a infância de milhões de pessoas em todo o mundo. 

Quem conta um conto...

Segundo afirmaram em várias entrevistas, os produtores e roteiristas Kitsis e Horowitz não estão interessados em recontar os clássicos contos de fadas. De fato, eles estão interessados nas histórias com “lacunas” a serem preenchidas ou naquelas em que os leitores nunca pensaram muito a respeito. 

Branca de Neve / Chapeuzinho Vermelho / Pinóquio
Como, por exemplo, no porquê da Rainha Má odiar tanto a Branca de Neve, ou no como ela se tornou tão má, ou até mesmo no porquê da Chapeuzinho Vermelho sempre usar a sua capa, ou como o Grilo Falante acabou se tornando a consciência do Pinóquio.

De ícone à pessoa real 

Envolta em mistério e até meio sombria, “Once Upon a Time” parece seguir o estilo dos irmãos Grimm e não o da Disney. E como os próprios roteiristas explicam a série trata-se, acima de tudo, dos personagens. De mostrá-los ao público de forma mais humana.


Assim, os personagens são apresentados na série de forma bem distinta de como são retratados nos contos de fadas ou nos desenhos da Disney. Eles são mais fortes, problemáticos, imperfeitos e até mais interessantes. Eles são “reais”.

É provável que essa seja a primeira referência a uma Branca de Neve forte, capaz de se defender sozinha, de lutar. Como é mostrado no episodio piloto, quando ela é confrontada pela Rainha Má, e ao em vez de se esconder atrás de seu príncipe, Branca de Neve empunha uma espada para defender ambos.


Na série, os produtores também mostram que “o mal não é de nascença, ele é feito”, e com essa perspectiva eles tentam explicar como a Rainha Má e o Rumplestiltskin acabaram se tornando os vilões da história. Assim, como também mostram que todos têm um lado sombrio, e que ninguém é tão perfeito e nem tão bom.

Produção

Outro fato bem interessante da série é a forma como as cenas se alternam entre o mundo real, onde a história se desenvolve nos dias atuais, e o mundo encantado, no qual vemos o passado dos personagens.


A história é muito bem elaborada com todas as pontas bem amarradas, o que deixa os telespectadores ansiosos para descobrir tanto o que aconteceu no mundo encantado, quanto o que vai acontecer no mundo real.

Além disso, na série, as histórias de cada personagem parecem estar interligadas. Pois, ainda que a trama gire em torno da história da Branca de Neve, vários outros personagens dos contos de fadas também participam da série, alguns como amigos da Branca de Neve, como a Cinderella, o Pinóquio e a Bella, outros como inimigos, no caso o Rumplestiltskin.

Cinderella e seu Príncipe / Pinóquio e Gepeto / Bella e Rumplestiltskin
Assim a cada episodio, os diretores equilibram e vinculam as histórias dos dois mundos, uma tarefa nada fácil, que Kitsis e Horowitz parecem tirar de letra, afinal, eles utilizaram uma técnica semelhante na quarta temporada de Lost.

Enfim, considerada um sucesso de audiência, chegando a registrar em média cerca de 10 milhões de telespectadores, “Once Upon a Time” conquistou seu lugar no coração dos fãs e na programação da ABC, que já confirmou uma segunda temporada para a série.

Saiba mais sobre Once Upon a Time no site oficial da série.

Assista ao trailer (legendado) da série:

0 comentários:

Deixe aqui seu comentário.

Responderei assim que possível.

Obrigada pela visita!