Ribeirão Preto sediará 5º Congresso da União Brasileira dos Escritores

terça-feira, fevereiro 15, 2011 Iuçara Soares 0 Comentários


Ribeirão Preto está prestes a entrar para a história da literatura brasileira como a cidade escolhida pela União Brasileira dos Escritores (UBE) para sediar a quinta edição do Congresso Brasileiro de Escritores, que acontecerá nas Faculdades COC entre os dias 12 e 15 de novembro.


"Ribeirão ficou conhecida por uma série de atividades culturais ligadas ao livro que ganhou destaque nacional. E isso também incentiva a produção local. Queremos nos comunicar com os escritores de todo o país", diz o presidente da UBE, Joaquim Maria Botelho ao falar sobre a escolha da cidade. 

Criada em 17 de janeiro de 1958, a União Brasileira de Escritores é a mais antiga associação de escritores do Brasil, tendo realizado apenas quatro congressos em toda a sua existência. Sendo o último há 25 anos, na época em que o Brasil vivia um clima de democratização com o fim da ditadura militar. 

Naquele período, o 4º Congresso da União Brasileira dos Escritores, em São Paulo, foi marcado por um forte teor político e intensos discursos sobre a liberdade de expressão. 

Agora, mais de duas décadas depois, a UBE, que teve Mário de Andrade como um dos fundadores, escolheu Ribeirão Preto para retomar sua tradição de congressos. “É a primeira vez que não se realiza em uma capital, mas sim no interior. Vai ser em um fim de semana prolongado”, afirmou o escritor Menalton Braff, diretor de integração nacional da UBE.

O evento

Com a expectativa de reunir mais de mil escritores de todo o país, o evento contará com uma ampla programação, que inclui 16 oficinas temáticas, quatro mesas redondas, 12 palestras, debates e ainda a divulgação de dezenas de trabalhos científicos. 

Em quatro dias, além dos debates relacionados à tradução, as mesas redondas serão palco de discussões sobre direitos autorais, censura, além da relação do escritor com editoras, governo e sociedade. A entrada dos e-books no mercado editorial e o dilema sobre o fim do livro impresso também devem entrar na pauta. 

Segundo o presidente da UBE, Joaquim Maria Botelho, o espírito dessa nova edição é bem diferente daquele da década de 1980. "Vivemos um momento de diversidade. O poder aquisitivo das pessoas melhorou e consomem-se mais livros. O que queremos discutir é a identidade da literatura do Brasil", informa o presidente.

Foto: F.L.Piton / A Cidade
Para mais informações sobre o congresso acesse o site oficial da UBE ou o blog da União Brasileira dos Escritores em Ribeirão Preto.

0 comentários:

Deixe aqui seu comentário.

Responderei assim que possível.

Obrigada pela visita!