Fórum das Letras de Ouro Preto 2016

terça-feira, novembro 15, 2016 Iuçara Soares 0 Comentários


A cidade história de Ouro Preto, em Minas Gerais, se torna palco este mês do tradicional Fórum das Letras, que tem como patrono o renomado autor e jornalista Murilo Rubião, cujo centenário é celebrado este ano.


Com “O Brasil” como tema, o evento, que acontece até o dia 15 de novembro, reúne em sua programação dezenas de convidados nacionais e internacionais, que discutem a literatura, o livro, a cultura, a poesia, a música, o jornalismo, as redes sociais, a memória e a história, a aproximação entre literatura e filosofia, o humor como crítica social, o racismo, o atual contexto político no Brasil, a resistência, a forma como o país é visto no exterior, e muito mais.

“O evento persistirá, mais do que nunca, na tarefa de formar mais leitores para reduzir as desigualdades em nosso país através da educação e da cultura. Por isso, nossa proposta é falar das fraturas, dos silêncios, das escritas que contam outras histórias de outros brasis. Enfim, colocar em cena vozes que não encontram expressão nos veículos de publicação, divulgação e circulação hoje disponíveis”, define a coordenadora geral e curadora, Guiomar de Grammont, no site oficial do evento.

Programação

Em sua 12ª edição, o Fórum das Letras conta com uma programação cultural variada e dinâmica, com direito a exposições, shows, exibição de filmes e documentários, oficinas, apresentações artísticas, lançamentos literários, debates e bate-papos com grandes nomes da cultura brasileira.

Entre eles o rapper Emicida, a poetisa e atriz Elisa Lucinda, o cineasta e pesquisador Joel Zito, os jornalistas e autores Fernando Morais, Audálio Dantas, Humberto Werneck, Consuelo Dieguez e Leonardo Sakamoto. Além dos escritores, premiados com o Jabuti de literatura 2016, Julián Fuks e Eduardo Jardim, do poeta e romancista Ferréz, do ilustrador Nelson Cruz, da professora e historiadora Júnia Furtado, do documentarista, roteirista, produtor de cinema e jornalista João Moreira Salles, e muitos outros.

Já entre os convidados internacionais estão o escritor, jornalista e roteirista francês Jean-Paul Delfino, autor da série consagrada “Suite Brésilienne” sobre a história do Brasil. Além do etnólogo, jornalista e escritor francês Jean-Yves Loude, e o jornalista, escritor e editor português Francisco José Viegas, cujo romance policial “Longe de Manaus” (2005) rendeu-lhe o Grande Prêmio de Romance e Novela da Associação Portuguesa de Escritores.

Espaços

Assim, durante cinco dias, o Fórum das Letras reúne alguns dos mais renomados escritores, jornalistas, artistas e personalidades de diversas partes do mundo em espaços como o “Ciclo de Jornalismo e Literatura”, o “Fórum das Letrinhas” destinado ao público infantil, e a tradicional “Programação Principal”, realizada no Cine Vila Rica. Além da exposição “Murilo Rubião: o ex-mágico”, que acontece na Casa dos Contos até o dia 17 de dezembro, e conta com retratos, fotografias, contos, obras de arte e relatos que contam a história do autor homenageado, considerado um dos precursores do Realismo Fantástico no Brasil. 

Há, também, a chuva de poesia, um happening criado pelo poeta Guilherme Mansur no carnaval de 1993, em que folhetos coloridos com poemas impressos são lançados ao vento, do alto das torres e janelas criando um momento mágico na cidade. Realizada pelo Fórum das Letrinhas, a ação reúne um apanhado de poemas publicados nos anos 1990 pela “Folhinha de SP”, alguns poemas do livro “Dois gatos fazendo hora” de Guilherme Mansur, que esteve entre os finalistas do Prêmio Jabuti 2016 na categoria livro digital infantil, e por fim o poema inédito “A minhoca dorminhoca”.

Promovido pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), com parceria cultural do Sesc, e idealizado por Guiomar de Grammont, o Fórum das Letras tem como objetivo promover o diálogo entre autor e público, além de valorizar a identidade, a diversidade e a literatura produzida pelos países de língua portuguesa. O evento também promove um intenso intercâmbio com países latino-americanos e outros de origem latina, solidificando ainda mais a interação entre estas nações.

Saiba mais sobre o evento em seu site oficial.

0 comentários:

Deixe aqui seu comentário.

Responderei assim que possível.

Obrigada pela visita!