Salão do Livro de Paris 2017

sábado, março 25, 2017 Iuçara Soares 0 Comentários


A cidade luz se torna palco de um dos eventos literários mais importantes da França, o “Livre Paris”, que este ano terá o Marrocos como país convidado.


O Brasil também estará no Salão do Livro, com uma delegação de 30 autores, que participam de uma ampla programação literária, com cerca de 40 atividades, entre sessões de autógrafos, mesas redondas, conferências e leituras. Tudo isso em um estande de 30 m², localizado em frente ao pavilhão de honra do Marrocos, que contará com a presença de 34 escritores representando a indústria editorial marroquina, em um espaço de 450 m², onde serão realizadas conferências, mesas redondas, apresentações artísticas, homenagens e outros eventos sobre os mais diversos temas. 

Livre Paris

Em sua 37ª edição, o “Livre Paris”, que acontece até o dia 27 de março no Parque de Exposições de Porte de Versailles, em Paris, continua a evoluir e reinventar sua estratégia editorial com um novo programa, que conta com a participação de inúmeros expositores de 50 países, mais de 800 eventos, e cerca de 3.000 autores, jornalistas, quadrinistas, ilustradores, poetas, atores, assim como diversas personalidades nacionais e internacionais.

Entre os convidados estão a jornalista britânica e autora bestseller, Jojo Moyes (Como eu era antes de você), o autor britânico Philip Kerr (Violetas de Março), o renomado jornalista e autor francês Bernard Pivot, o autor russo Vladimir Fédorovski, o poeta e autor nascido na Tunísia, Hubert Haddad, a premiada escritora canadense Nancy Huston, o autor, ensaísta e jornalista suíço Roland Jaccard, o premiado autor marroquino Tahar Ben Jelloun, e o autor e Presidente da Academia Brasileira de Letras, Domício Proença Filho, que participa da mesa redonda “Machado de Assis: Novas Vozes, Outros Horizontes”, em homenagem ao autor brasileiro.

Também estarão presentes no evento o astrofísico franco-canadense Hubert Reeves, a mangaká japonesa Chie Inudoh, o romancista americano Douglas Kennedy, o premiado autor da Argélia, Yasmina Khadra, a escritora cubana Zoé Valdés, o escritor espanhol Víctor del Árbol. Assim como a premiada autora francesa Delphine de Vigan e o roteirista, diretor e produtor polaco nascido na França, Roman Polanski, responsável por transportar o romance da autora para as telas do cinema.

Programação

Com o objetivo de promover a literatura e a indústria editorial, o Livre Paris é um evento criado, especialmente, para os profissionais do mercado editorial, no qual o público também é bem-vindo.

Sendo que a manhã de segunda-feira, dia 27, entre 9h e 13h, será dedicada, exclusivamente, aos profissionais do mercado do livro, que participam de palestras, seminários, conferências e reuniões de negócios. Logo depois o salão é novamente aberto aos mais de 150 mil amantes do livro.

Assim, durante quatro dias, o evento contará com uma programação cultural variada e dinâmica, que promete agradar a todos os públicos, promovendo debates e bate-papos sobre os mais diversos temas, como o livro, a arte, os quadrinhos, a ciência, a culinária, a política, a música, a poesia, o cinema e a educação.

Uma das novidades desta edição é a exposição “Taniguchi le passeur” (Stand K32), em homenagem ao grande mangaká japonês Jiro Taniguchi (1947-2017), que faleceu em 11 de fevereiro. Diversas personalidades dos quadrinhos também irão prestar homenagem a Taniguchi em uma conferência na sexta-feira, no Salle Connexions.

E por falar em exposições, o evento conta ainda com “L’aventure Rosetta, Aux Origines De La Vie” (Stand A11), na qual o público poderá contemplar toda a magia da extraordinária missão espacial Rosseta, cuja história já foi relatada em um documentário e num belo livro. Tem também a exposição “La Sagesse Des Mythes” (Stand U33), que convida o público à imersão no mundo da “Ilíada” e da “Odisséia”, de heróis e divindades. Assim como a exposição “Jack London, Une Aventure Américaine” (Stand L44), dedicada aos cem anos do escritor e aventureiro, com imagens extraordinárias selecionadas pelo especialista francês Michel Viotte.

Outra novidade é o Pavillon des Lettres d'Afrique um novo espaço de 400m² que surge este ano na Livre Paris, como parte de uma iniciativa em parceria com a Aminata Diop Johnson (fundador e diretor do Pavilhão das Cartas Africanas) e a Agência Hopscotch África. Com o tema “Ler e Escrever África”, o espaço, dedicado inteiramente a diversidade e riqueza da criação literária dos países africanos, terá a Nigéria como país convidado.

Espaços

Há também a já tradicional “Praça da Juventude”, um espaço dedicado ao público jovem e infantil, que este ano está cheia de novidades, como um pequeno teatro construído para sediar mostras de animações, concertos e shows, oficinas, apresentações artísticas e encontros com autores e quadrinistas da literatura infanto-juvenil, assim como artistas, booktubers e blogueiros. Viva e alegre, a programação conta ainda com jogos de escrita, batalha de ilustradores, contação de histórias, exposições, e muito outras surpresas.

O Salão do Livro conta ainda com diversas outras áreas temáticas, como a “Cena Literária”, onde autores, professores e personalidades de renome internacional se reúnem para discutir a Literatura em todas as suas formas. Assim como a “Savoir & Connaissances”, praça do conhecimento e desenvolvimento de competências, a “Praça de Culinária”, e o espaço “Ciência Para Todos”.

Sem falar no espaço “Cena Comic”, dedicado inteiramente a nona arte, no qual inúmeros autores e ilustradores se reúnem para refletir sobre a vivacidade e os principais desenvolvimentos dos quadrinhos nos últimos anos. Além da “Praça Religião, Cultura e Sociedade” e da “Agora”, espaço dedicado a discutir os grandes problemas da sociedade contemporânea.

Confira a programação completa no site oficial do Livre Paris 2017.

0 comentários:

Deixe aqui seu comentário.

Responderei assim que possível.

Obrigada pela visita!