Mo Yan ganha prêmio Nobel de Literatura

segunda-feira, outubro 15, 2012 Iuçara Soares 0 Comentários ,


A Academia Sueca anunciou na última semana, o escritor chinês Mo Yan como o vencedor do Prêmio Nobel de Literatura 2012.

Mo Yan / foto: divulgação
O prêmio, que existe desde 1901, é entregue a um escritor de qualquer nacionalidade que, de acordo com as palavras de Alfred Nobel, tenha “produzido, no campo literário, o mais magnífico trabalho em uma direção ideal”. Premiando os vencedores com a quantia de 8 milhões de coroas suecas (cerca de 2,4 milhões de reais).

O Vencedor

O escritor Mo Yan foi eleito entre 210 escritores que disputavam o prêmio neste ano. Segundo o presidente da Academia Sueca, Peter Englund, os livros do autor são marcados por seu "realismo alucinatório, que funde contos folclóricos, história e contemporaneidade".

"Através de uma mistura de fantasia e realidade, uma perspectiva histórica e social, Mo Yan criou um mundo que evoca em sua complexidade textos de nomes como William Faulkner e Gabriel García Márquez, ao mesmo tempo encontrando um ponto de partida na antiga literatura chinesa a na tradição oral", destacou o júri durante o evento em Estocolmo, na Suécia.

Livros de Mo Yan na Feira de Frankfurt / foto:divulgação
Mo Yan é na verdade um pseudônimo adotado pelo escritor, que significa "não fale" em mandarim, seu nome real é Guan Moye. Nascido na província de Shandong (leste da China), o autor deixou a escola durante a Revolução Cultural Chinesa para trabalhar em uma fábrica.

Aos 20 anos se juntou ao Exército de Libertação Popular, onde começou a escrever em 1981. Três anos depois começou a lecionar no departamento de literatura do exército. E em 1986 lançou seu primeiro romance “Tou Ming de Hong Luo Bo” (A cenoura de cristal e outras histórias). 

Sua Obra

Um de seus romances mais conhecidos é a obra “Sorgo Vermelho”, adaptada para o cinema em 1987 pelo diretor Zhang Yimou, e que se tornou o primeiro filme chinês a vencer o Urso de Ouro no Festival de Cinema de Berlim, em 1988.

Entre suas obras também está o livro "Fengru Feitun", um vasto painel histórico da China no século XX a partir de um retrato de família, assim como seu trabalho mais recente, “Wa” lançado em 2009, que questiona a política chinesa de permitir apenas um filho por casal.

Além de seus romances, Mo Yan publicou também diversos contos e ensaios sobre vários temas e, apesar de sua crítica social, é visto em sua terra natal como um dos mais importantes autores contemporâneos.

Suas obras já foram traduzidas para inúmeros idiomas, como o inglês, o espanhol, o francês e o alemão. No entanto, infelizmente, até o momento nenhum de seus livros foi publicado no Brasil. 

O Nobel

O Prêmio Nobel é destinado a cerca de seis categorias, sendo elas Física, Química, Fisiologia ou Medicina, Literatura, Economia e Paz.

Entre os premiados deste ano, na categoria de Medicina estão o britânico John B. Gurdon e o japonês Shinya Yamanaka. Já na categoria de Física, os vencedores foram o francês Serge Haroche e o americano David J. Wineland. Sendo que o prêmio de Química foi para os americanos Robert J. Lefkowitz e Brian K. Kobilka.

A União Europeia (UE) ganhou o Prêmio Nobel da Paz por promover paz, democracia e direitos humanos há seis décadas. Assim como os professores norte-americanos Alvin E. Roth, da Universidade de Harvard, e Lloyd S. Shapley, da Universidade da Califórnia conquistaram o Prêmio Nobel de Economia.

A entrega do Nobel será realizada em duas cerimônias, sendo uma em Oslo para o Prêmio da Paz e outra em Estocolmo para a premiação dos demais, no dia 10 de dezembro, mesma data do aniversário da morte de Alfred Nobel, criador do prêmio.

Saiba mais sobre o Nobel no site oficial do prêmio (em inglês).

0 comentários:

Deixe aqui seu comentário.

Responderei assim que possível.

Obrigada pela visita!