Montanha Gelada (Cold Mountain)

sábado, setembro 03, 2011 Iuçara Soares 0 Comentários


“Vou voltar, de um jeito ou de outro, e não sei como estarão as coisas entre nós. Primeiro pensei em lhe contar, nesta carta, as coisas que fiz e vi, para que você pudesse me julgar antes do regresso. Mas cheguei a conclusão de que seria preciso uma página tão vasta quanto o céu azul para escrever essa história, e eu não tenho nem a vontade nem a energia para isso”.

Estas são as palavras de Inman, um soldado confederado, que após ser ferido em combate decide abandonar os horrores dos campos de batalha e retornar para o seu lar, aos pés da Montanha Gelada, e para os braços de Ada.

Montanha Gelada (Could Mountain) é o primeiro romance do escritor Charles Frazier, resultado de oito anos de pesquisas e de uma escrita meticulosa, que conduz o leitor pelas terras da Carolina do Norte para dentro das vidas de Ada e Inman, compartilhando passo a passo o seu desespero e esperança.

Charles Frazier
O livro é inspirado na vida de W.P. Inman, soldado confederado que, de fato, viveu nas terras da Montanha Gelada na Carolina do Norte. No entanto, o próprio autor, assume no final da obra que tomou certas “liberdades” com a vida do soldado.

A história tem início no fim do verão de 1865, durante a Guerra Civil Americana, retratada de forma intensa pelo autor, por meio de uma narrativa forte e uma extensa pesquisa historiográfica.

Em sua longa e difícil jornada para casa, Inman enfrenta a fome, o frio, o desespero e a miséria causados pela guerra, além da perseguição, pois, na época, os desertores eram caçados como criminosos. 

Enquanto isso, a espera de seu retorno, Ada, uma culta moça da cidade, se vê obrigada a lutar por sua sobrevivência, ao lado de Ruby, uma jovem do campo. E apesar das muitas diferenças que existem entre elas, juntas as duas passam a cuidar sozinhas da fazenda que Ada herdou de seu pai. 

E apesar de não receber notícias de seu amado há vários meses, embora escreva para ele todos os dias, Ada, mantém a esperança de um dia voltar a vê-lo. 

“Uma coisa quero que você saiba: apesar de sua longa ausência, vejo o relacionamento feliz que existe entre nós de tal forma que jamais esconderei de você um único pensamento que seja. Não alimente nenhum receio”.

A cada página do romance, o autor descreve de forma meticulosa as paisagens vistas e sentidas por cada um de seus personagens, levando o leitor ao tempo e lugar onde a história é narrada, proporcionando a este a sensação de vivenciar cada cena por meio do olhar dos personagens.

“Montanhas e vales numa sucessão infindável. Uma paisagem nodosa, retorcida, protuberante, na qual o homem não seria mais do que um acréscimo secundário”. Assim era a terra das lembranças de Inman, um território que se estendia, sem fim, a norte e a oeste da encosta da Montanha Gelada. A terra onde seu grande amor permanecia a sua espera.

Segundo Frazier, “a vista descortinada da varanda é o espírito que preside o livro”, pois grande parte deste foi escrito em um “maravilhoso refúgio nas montanhas da Carolina do Norte”.

Um romance histórico, intenso e meticuloso, assim é Montanha Gelada, merecido ganhador do National Book Award de 1997, um dos mais importantes prêmios literários dos EUA.

O livro também ganhou uma adaptação para o cinema em 2003, tendo Jude Law, Nicole Kidman e Renee Zellweger interpretando de forma emocionante os personagens principais da história, Inman, Ada e Ruby. Com uma edição perfeita, fotografia, figurino e trilha sonora belíssimas, o filme recebeu 7 indicações ao Oscar.

Assista ao trailer:

"Volte para mim, é o que lhe peço"

0 comentários:

Deixe aqui seu comentário.

Responderei assim que possível.

Obrigada pela visita!