Frozen

sábado, agosto 29, 2015 Iuçara Soares 0 Comentários


Inspirado no conto de fadas dinamarquês do renomado escritor Hans Christian Andersen, o longa-metragem de animação provou ser mais um grande sucesso produzido pelos estúdios Disney e Pixar.

Dirigido por Chris Buck (Tarzan) e com roteiro adaptado por Jennifer Lee (Detona Ralph), o longa-metragem, lançado em novembro de 2013, conquistou o Globo de Ouro 2014 de Melhor Animação, além do Oscar 2014 de Melhor Filme de Animação e Melhor Canção Original (Let it Go).

A história

Era uma vez, duas princesas que viviam no distante reino de Arendelle, sendo que a mais velha Elsa (voz de Idina Menzel), possuía um misterioso dom de criar neve e gelo com um simples toque. Quando mais nova, Elsa usava seu dom em divertidas brincadeiras com sua irmã caçula Anna (voz de Kristen Bell), até que um dia, ela, acidentalmente, atinge Anna, que por pouco não morre congelada.

Desse dia em diante, seus pais, reconhecendo quão perigoso pode ser o seu dom, forçam Elsa a viver em completa reclusão, para que ela não possa machucar mais ninguém e para que seus poderes fiquem ocultos dos demais, incluindo Anna. Assim, com o passar do tempo Elsa se esforça para aprender a controlar seu dom, enquanto Anna cresce solitária. Até o dia de sua coroação, quando tudo foge ao controle e toda Arendelle acaba embaixo de neve, em pleno verão.

Desesperada, Elsa foge do castelo e se refugia no topo de uma montanha, enquanto Anna parte a sua procura, determinada a trazer sua irmã de volta para casa. Sendo que para isso, ela contará com a ajuda de seus novos amigos, um homem da montanha chamado Kristoff (voz de Johathan Groff) e sua rena temperamental Sven, além de Olaf (voz de Josh Gad), um boneco de neve que sonha em conhecer o verão.

Além dos tradicionais elementos de uma animação Disney, “Frozen” conta ainda com uma história emocionante, personagens cativantes, excelentes efeitos visuais e uma trilha sonora digna do Oscar, composta por Christoph Beck e pelo casal Kristen Anderson-Lopez e Robert Lopez.

Mas embora um grande sucesso, a animação não é perfeita, deixando um pouco a desejar em algumas partes, como no fato de não explicar muito bem a origem dos poderes de Elsa, ou de não ter explorado mais a história dos Trolls e de como Kristoff acabou sendo adotado por eles.

No entanto, esse detalhe não parece ter incomodado muito aos fãs, já que o sucesso do longa foi tão estrondoso, que a Disney lançou, em 26 de março de 2015, a continuação “Frozen Fever”, um curta-metragem, de sete minutos, também dirigido por Chris Buck e com roteiro de Jennifer Lee.



Sem falar, que os produtores Edward Kitsis e Adam Horowitz criadores da série de TV “Once Upon a Time” produzida pela rede americana ABC também requisitaram o empréstimo dos direitos dos personagens do longa para apresentá-los na quarta temporada da série.

A Rainha da Neve

Embora inspirado na obra de Andersen, o roteiro de Frozen, passou por muitas modificações, permanecendo apenas alguns elementos do conto original, como o poder de gerar neve e gelo, os fortes laços de amor e amizade, a jornada em busca de um grande amigo e a rena.

Publicado pela primeira vez em 21 de dezembro de 1844, na Dinamarca, “A Rainha da Neve” (The Snow Queen) conta a história da jovem Gerda, que parte em uma incrível jornada em busca de seu melhor amigo, Kay, que foi levado pela Rainha da Neve.

Curiosamente, “Snedronningen”, título da obra em dinamarquês, é considerado um dos contos mais longos de Andersen, embora tenha sido escrito por ele em apenas cinco dias. O livro foi publicado em diversos países, incluindo o Brasil.

Assista ao trailer (legendado):

0 comentários:

Deixe aqui seu comentário.

Responderei assim que possível.

Obrigada pela visita!