Editora Aleph lança nova edição de O Mundo Perdido

terça-feira, junho 21, 2016 Iuçara Soares 0 Comentários


A editora Aleph lança, oficialmente, a nova edição do clássico “O Mundo Perdido” do renomado escritor americano Michael Crichton.


Com uma nova capa, 488 páginas e tradução de Marcia Men, “The Lost World”, título original da obra publicada pela primeira vez em setembro de 1995, narra a continuação da emocionante história, que teve inicio em 1990 com “Jurassic Park”.

A história

Seis anos se passaram desde os terríveis acontecimentos no Jurassic Park. Seis anos, desde que o sonho extraordinário, no limite entre a ciência e a imaginação humana, acabou se tornando um trágico pesadelo. E quando tudo parecia tranquilo, surgem indícios de que a Isla Nublar não era o único lugar usado por John Hammond em suas pesquisas.

Agora, o matemático Ian Malcolm e uma equipe de cientistas, além de certos “pequenos clandestinos”, devem explorar outra ilha na Costa Rica, conhecida como a “unidade de produção”, onde os dinossauros do parque nasceram e cresceram. Um lugar repleto das mais perigosas criaturas que já caminharam pela Terra.

Curiosamente, “O Mundo Perdido” foi à única sequência que Michael Crichton escreveu, e apenas por que depois do enorme sucesso de “Jurassic Park: O Parque dos Dinossauros” nos cinemas em 1993, o autor e roteirista foi pressionado por muitos para fazer uma continuação da história, incluindo o cineasta Steven Spielberg, que disse estar interessado em dirigir a adaptação da obra, caso fosse escrita.

Assim, aceitando o desafio, Crichton criou uma história repleta de aventura, suspense, horror e ficção científica, cujo título “The Lost World” era uma clara referência a obra homônima de Arthur Conan Doyle. E dois anos depois de ser publicada, a obra ganhava as telas do cinema com a adaptação “O Mundo Perdido: Jurassic Park” (1997). Sendo que, alguns elementos e cenas dos dois livros, que não foram utilizadas nos filmes anteriores, também foram usados no terceiro filme da franquia, “Jurassic Park III”.

Saiba mais sobre o livro e o autor no seu site oficial (em inglês).

0 comentários:

Deixe aqui seu comentário.

Responderei assim que possível.

Obrigada pela visita!